Os programas Bottom Line, tal como o próprio nome indica, procuram dar o ponto de partida para a prática de exercício físico de forma mais regular. Adicionalmente à necessidade de adoção de hábitos alimentares mais saudáveis para o alcance de um maior bem-estar dos colaboradores, as organizações devem ainda apostar no incentivo a atividades que combatam o sedentarismo.

Por um lado, a prática de exercício físico torna os colaboradores mais resistentes, mais enérgicos e menos propensos a lesões e desconfortos físicos no local de trabalho, por outro, a implementação deste tipo de programas facilita a promoção do espírito de equipa, do conhecimento mútuo entre os colaboradores e da identificação e integração dos mesmos na organização através de eventos mais dinâmicos e estimulantes.