A frequência desta ação permite-lhe promover uma reflexão sobre os desafios que se colocam ao nível da gestão do tempo e o desenvolvimento de competências neste âmbito. O programa pretende dar a conhecer métodos e técnicas adaptados ao tipo de tarefas que caracterizam o dia-a-dia dos participantes com vista a uma maior eficácia na gestão do seu tempo, do trabalho e do esforço, conducentes a níveis mais elevados de produtividade.

Enquadramento

Os atuais modelos de desenvolvimento das sociedades colocam desafios verdadeiramente complexos ao nível da gestão do tempo, da conciliação entre a vida pessoal, familiar e profissional, e da resposta adequada às exigências colocadas pelas Organizações em termos de produtividade individual.

A falta de tempo é um fator paradigmático do nosso estilo de vida, resultante da crescente pressão exercida sobre as pessoas para gerar resultados em diferentes esferas de atuação. Se é verdade que esta pressão é crescente, também é verdade que dela resulta uma capacidade acrescida para encontrar formas mais eficientes de executar tarefas e alcançar os desejados resultados.   

A incapacidade para responder adequadamente às solicitações que se colocam tanto no plano profissional como pessoal, gera contudo efeitos negativos que afetam o nosso bem-estar psicológico, fisiológico e social. Por este motivo, as competências de gestão de tempo são determinantes na produtividade do indivíduo e na sua qualidade de vida em geral. 

A produtividade é medida a partir de um diferencial simples que avalia os resultados produzidos por um indivíduo (equipa ou organização) face aos recursos gastos para produzir esses resultados. Facilmente se compreende a importância da variável tempo nesta equação.

A desorganização, a incapacidade de delegar, de recusar pedidos de ajuda ou de dizer “não”, são alguns dos constrangimentos mais frequentes à eficaz gestão do tempo e que afetam sobremaneira a produtividade das pessoas nas organizações.

Programa
  1. Conceitos básicos de gestão do tempo
    1. Problemas comuns da gestão do tempo
    2. Gestão do Tempo como desafio pessoal
  2. Análise do tempo pessoal
    1. Exercício de Auto-avaliação 
    2. Desenvolver um sentido de tempo em termos pessoais
    3. Os registos diários
  3. Fatores geradores de perdas de tempo
    1. Cronófagos
    2. Consumidores de tempo - Auto-avaliação
    3. Possíveis soluções
  4. A definição de objetivos
    1. Princípios base na elaboração de objetivos
    2. Definição de prioridades
    3. Objetivos de médio e longo prazo
    4. Planeamento diário
  5. Leis e Princípios da Gestão do Tempo
  6. Plano de Mudança e Desenvolvimento Pessoal
Objetivos
  • Melhorar a produtividade e eficiência do trabalho individual e em equipa;
  • Desenvolver competências de gestão e orientação para resultados, através da planificação e concretização de planos de desenvolvimento individual;
  • Treinar competências para fortalecer a qualidade na gestão diária do tempo.
Duração

Duração: 7 horas [Ação de Sensibilização]

O programa desta ação pode ser adaptado em função das necessidades da sua organização. Consulte-nos!